Olhar constelatório sobre prosperidade:
Não é possível se receber o que não se ama

* Por Cláudia Fortuna –  Consteladora Familiar, Empresarial, Administradora de Empresas e escritora

   O dinheiro, ou melhor a prosperidade, podem ser repelidos ou atraídos. No olhar constelatório encontramos o seguinte: para que a prosperidade possa fluir no nosso no nosso sistema é necessário que ela esteja presente no nosso coração.  Só conseguimos receber o que amamos. Qual a sua crença sobre os ricos? O que seu pai dizia sobre dinheiro? Sua mãe era próspera? Muitas pessoas têm raiva dos ricos, outros têm inveja. A raiva é um sentimento que paralisa. As pessoas agressivas choram quando perdem tudo.
  A pessoa que tem inveja, também fica inerte, sem conseguir fazer algo, pois toda a energia que poderia ser usada para agir, mudar a situação acaba sendo drenada na própria inveja. Ser uma pessoa invejoso absorve muita energia. Quem não encontra a sua prosperidade fica dependente dos outros. 

Quem que é dependente? Quem necessita ser cuidado? As crianças dependem dos cuidados e atenção dos adultos. Para girar a roda da fortuna, é necessário abrir mão da dependência de outras pessoas, é necessário sair do ´´estado de criança´´. A vítima não consegue sentir gratidão, mas é a gratidão que faz tudo girar.
Muitas pessoas “pobres” persistem assim para se aproximar de Deus, acreditando que Deus não gosta dos ricos.
Outras ainda, estacionam, para não deixar dúvidas de que não abandonou as suas origens. Pois, como alguém de uma família pobre, vai passar para o lado dos “ricos”? Geralmente os antepassados que são honrados na pobreza, sentem que o sofrimento não valeu.
O mundo é um local repleto de prosperidade, só é necessário você poder tomá-la. Constelar esse tema é bastante importante, estar desemaranhado e tomar o que lhe cabe.

WhatsApp chat